O passo a passo de um projeto de e-commerce

0
3352
Passo a passo de um projeto de e-commerce

O passo a passo de um projeto de e-commerce consistente

Quando vão construir seu negócio virtual, muitas pessoas contratam uma empresa especializada em desenvolvimento de loja virtual. Pode ser a melhor empresa do mundo. Todavia, não basta ter um bom sistema.

Quando você vai abrir o seu negócio, o que você faz? (pelo menos espero que você faça isso, por favor!) Procura o Sebrae, assiste palestras, faz cursos e desenvolve um plano de negócio.

Você deve fazer o mesmo para sua loja virtual. Não é porque o negócio é virtual que o seu preparo também deve ser “virtual”, entende?

O que acontece, é que vários pontos que são aplicados no comércio “tradicional” também devem ser aplicados ao e-commerce, só que de outra forma. Vamos a eles então.

Análise da concorrência

Considero esse um dos pontos mais importantes do planejamento para e-commerce, pois na internet, a concorrência é muito mais agressiva e não está apenas na mesma rua ou cidade. Está no mundo todo. Basta apenas um clique.

Vários itens são primordiais, entre eles estão:

  • Análise completa dos sites de seus concorrentes
  • Análise de preços, forma de pagamentos e prazos de entrega
  • Pontos fortes e fracos da concorrência
  • Posicionamento web da concorrência
  • Estratégias de marketing digital utilizadas por eles

Planejamento estratégico

Nesse ponto você deve definir qual o papel que sua empresa assumirá na web.

  • Posicionamento de mercado da empresa (maior variedade, mais barata, maior qualidade de produtos…)
  • Matriz F.O.F.A. (forças, oportunidades, fraquezas e ameaças) digital
  • Missão e valores
  • Região de atuação

Planejamento de e-logística

Mais um ponto crítico do projeto (e qual não é), esse pode, quando planejado de forma adequada, ser um diferencial e fidelizar clientes. Mas quando mal realizado, esse cliente nunca mais voltará a fazer negócio com você (e ainda falará mal para terceiros).

Os pontos mais importantes da e-logística são:

  • Formas de entrega
  • Empresas parceiras
  • Controle de estoque
  • Métodos de separação e expedição
  • Prazos das entregas (importantissímo)
  • Fretes
  • Definição dos métodos de tracking (acompanhamento de pedidos)

Desenvolvimento da loja virtual

Esse passo deve ser realizado sem pressa. O desenvolvimento de sua loja é como a construção de uma loja física. Pense que tudo deve ser elaborado pensando na satisfação de seu cliente.

  • Levantamento do briefing
  • Definição das formas de atendimento ao cliente
  • Definição de ferramentas e funcionalidades do sistema
  • Desenvolvimento do wireframe
  • Desenvolvimento da arquitetura do site
  • Desenvolvimento da loja virtual (programação e layout)
  • Análise de usabilidade
  • Teste de qualidade do sistema

Planejamento de marketing digital

Esse ponto é o que fará com que tudo que você pensou e planejou até o momento funcione.

Como diz o ditado, a propaganda é a alma do negócio. Muita coisa boa vende menos que coisas “mais ou menos”. Esse é o poder do marketing.

  • Análise do negócio e estratégias utilizadas pela concorrência
  • Definição da verba para divulgação
  • Definição das ferramentas utilizadas na estratégia de marketing
  • Definição de relatórios e KPI’s (chaves para monitoramento online do negócio)
  • Criação da campanha de marketing digital
  • Definição de formas para fidelização dos clientes
  • Monitoramento e análise constante do negócio

Providencie também um relatório de demanda na web antes de iniciar seu negócio. De nada adianta tudo isso se não existe procura pelo seu produto.

O passo-a-passo de um projeto de e-commerce consistenteFaça para seu negócio virtual o planejamento que faria para qualquer tipo de negócio que você fosse abrir.

Não pense que você vai ficar na frente de um computador, esperando chegar as confirmações de vendas efetuadas e apenas enviar o produto.

E-commerce dá o mesmo ou geralmente mais trabalho que uma loja convencional. Tenho clientes que trabalham até as 22:00 horas e em feriados, além de ser obrigatório o fim de semana.

O ideal é que você contrate uma empresa que auxilie corretamente e que tenha “know-how” para isso.

Não se deixe enganar por oportunistas, e lembre-se: “o barato pode sair caro”. Uma empresa séria não vai trabalhar praticamente de “graça” para você. Entenda isso se você não quiser ser “engolido” pela concorrência.

Mantenha-se atualizado sobre esse e outros aspectos envolvendo o e-commerce, assinando a nossa Newsletter.

Por Mayko Franceschi

Salvar

O passo a passo de um projeto de e-commerce
5 (100%) 5 votos