Porque alguns blogs simplesmente não aparecem no Google?

A resposta é bem simples, falta de estrutura adequada para SEO – Search Engine Optimization. Muitos blogueiros se esquecem de que além de um bom conteúdo é sempre necessário dar uma mãozinha ao Google, Yahoo e Bing para que as pessoas possam encontrar seus artigos quando estão fazendo uma busca nessas ferramentas. Se você está utilizando uma plataforma como o WordPress, por exemplo, esse trabalho é bem facilitado pelos diversos plugins disponíveis na rede e que podem ser facilmente incorporados ao seu blog. Mas não basta isso, é necessário também um mínimo de estruturação do conteúdo para que possamos conseguir bons resultados em termos de rankeamento.

Arquitetura do Blog

Toda vez que realizamos um curso de blog enfatizamos que antes de pensar em criar artigos, é necessário definir uma estrutura básica para o blog. Além de facilitar a navegação oferecendo uma experiência agradável para seus visitantes, essa etapa da criação poderá também ajudar muito no que diz respeito a otimização. Como o texto âncora é um dos fatores de otimização on-page mais importantes, a definição de Categorias e Tags no blog, pode ajudar em muito no resultado final do esforço de SEO.

Plugin All In One SEO

Esse é o plugins básico para qualquer blogueiro. Com ele podemos definir de maneira fácil as tags Títle, Description e Keywords.  Uma vez instalado o plugin cria automaticamente os campos em cada post que é criado ou editado. Parece pouco, mas já facilita bastante. Sem ele a rotina para inserção dessas tags seria bem mais difícil.

Links Permanentes

É a função de criação de URLs amigáveis para o blog. Uma vez ativado no WordPress você poderá criar URLs inserindo palavras-chave no corpo do endereço, o que facilitará bastante o seu rankeamento uma vez que o endereço de uma página conta muito na hora de atribuir um ranking para suas páginas nos buscadores.

Layout para publicação de posts

Em nosso curso sobre criação de blogs damos muita ênfase a organização do blog como forma de se atingir boas colocações nas páginas de respostas dos buscadores – SERP. A primeira coisa a se fazer neste sentido é definir um padrão de publicação, aproveitando o critério de Hierarquização de títulos e sub-títulos que irão utilizar as tags <H1>, <H2> e <H3>. Essas tags são de grande relevância em termos de SEO on-page e por isso, se mantivermos um layout básico para criarmos os posts, essa parte da otimização fica bem mais fácil.

Existem diversas outras medidas que podem ser tomadas para melhorar o rankeamento do seu blog nas ferramentas de busca, mas esses quatro itens que a abordamos nessa matéria já ajudam bastante  e são um ponto de partida para um trabalho profissional de otimização para ferramentas de busca.  Tudo o que você puder aprender sobre SEO deve ser incorporado à sua rotina diária. O importante é criar toda uma estrutura no seu blog para que você consiga um bom posicionamento nas páginas de respostas dos buscadores. Afinal de contas, você publica seus artigos para serem encontrados ou serem apenas mais uma página largada na Internet.

Alberto Valle, consultor e instrutor da equipe do Curso de E-Commerce

Avalie este artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here