Como usar as informações sobre o cliente para otimizar as campanhas online?

Como usar as informações sobre o cliente para otimizar as campanhas online?
Usando Customer Intelligence para otimizar as campanhas online

O procedimento de Customer Intelligence é uma ferramenta que ajuda os profissionais de marketing a criar diálogos mais pró-ativos, engajantes e relevantes. Se você entender quem são seus clientes, como eles gostam de comprar e quando eles vem para nossa loja virtual ou site, a oportunidade de trazer mais valor para seus compradores leais apresenta-se por si mesma, bem como a habilidade de guiar os clientes através de suas decisões de compra, direcionando suas compras. Sabemos que acessar os dados do cliente pode ser um desafio, mas o risco de não usar o que você sabe sobre seus clientes pode ser ainda maior. Debatemos sobre os 3 maiores riscos internamente e veja aqui o que levantamos:

Primeiro Risco – Prover uma experiência pobre para o cliente

Sabendo que mais da metade dos adultos online (53%) admitem que suas experiências online e na loja com as marcas afetam quem eles escolhem para comprar nas férias, as marcas não podem ignorar o fato de que precisam comunicar-se com seus clientes num nível um a um, pessoal. Interações entre uma marca e seus clientes podem ser a diferença entre uma relação danosa ou amorosa com os efeitos adicionais no final. “A boa notícia é que com a tecnologia de customer intelligence fica fácil transformar os dados do cliente em marketing de férias muito efetivo” diz Henry Smith, Diretor de Marketing de Produto da Emailvision. Pronto e apto a usar toda a informação sobre as preferências do seu cliente deveria ser fácil fornecer-lhes experiências positivas.

Segundo Risco –  Perder a lealdade do seu cliente

Não importa o que digam, mas a primeira impressão conta. Se seus clientes estão recebendo promoções irrelevantes em função de direcionamento e segmentação pobres, elas podem ser deletadas, não abertas ou marcadas como spam. Quando você envia muitos e-mails que não tem valor ou interesse para clientes, eles rapidamente começam a demitir sua marca e as comunicações que você envia. Psicologicamente falando, este processo é chamado “atalho cognitivo” – quando nosso cérebro impede assimilação e reavaliação de informação quando vemos algo que já vimos antes. Mantenha seus clientes leais e direcione-lhes mensagens relevantes e personalizadas.

Terceiro Risco – Desenvolver uma reputação ruim do sender

Os filtros de spam dos ISP’s (Internet Service Providers) são inteligentes e estão ficando ainda mais; entretanto, essencialmente, eles ainda são baseados em olhar o comportamento passado do sender e as reações do recipiente. Enviar uma série de campanhas que são segmentadas e personalizadas, cria uma experiência de e-mail forte, e faz seu padrão de e-mail de envio e o comportamento da campanha parecer muito menos com os seus colegas marqueteiros que detonam listas bombas. Andrew Bonar, Diretor de Entregabilidade da Emailvision diz que, “O engajamento, o ato de abrir, clicar e compartilhar são as métricas chave para garantir que sua reputação melhore para sua marca, seu sender e seu endereço de IP. Com direcionamento e segmentação, você pode significativamente melhorar sua reputação, o que direciona a uma entregabilidade muito melhor.”

Avalie este artigo